Notícias Política

Delegada Katarina desmerece policiais e comete agressão à categoria semelhante a de Lula

Em entrevista recente à rádio Rio FM de Aracaju, a delegada e vice-prefeita da capital sergipana Katarina Feitosa (PSD), fez uma declaração que repercutiu negativamente entre a classe policial de Sergipe.

Em sua participação, Katarina, que também é pré-candidata a deputada federal, desmereceu os policiais ao diminuir uma prática operacional dos agentes, ao falar sobre a política ser um espaço de diálogo. “(…) É você procurar a chave para os problemas, porque arrebentar a porta é mais fácil”, declarou.

O problema da fala de Feitosa, é que o tema girava em torno de pré- candidaturas de outros colegas de profissão dela. E a alfinetada resvalou como sendo diretamente para o delegado e pré-candidato a federal André David (Republicanos), que desponta como forte postulante para as eleições, segundo as pesquisas divulgadas esta semana. A fala foi vista como pejorativa para a polícia e com o claro objetivo de conquistar os possíveis votos de André David, talvez numa infeliz fala que também busca promoção enquanto sua pré-campanha definha.

O ex-comandante da Delegacia de Estância e atual coordenador do Departamento de Narcóticos (Denarc), André David, é conhecido por ser um agente de ação e combate, para além da competência técnica-administrativa que possui dentro do escritório.

O comentário de Katarina não foi bem recebido pelos profissionais da segurança pública do estado. Além disso, durante a entrevista, a pré-candidata ainda cometeu outro deslize, menosprezando profissão semelhante a do ex-presidente Lula, que revoltou a polícia.

Deixe um comentário